Siamesa*


E as coisas vão acontecendo... a distância natural vai acontecendo.. mesmo o natural tendo nascido da raiva..

e a raiva do amor que um dia aconteceu...

Pessoas certas e muito importantes vão aparecendo no meu caminhar..

Agora caminho e sigo em frente.. sem retornar nenhum passo sequer..

Só dou pequenos olhares para trás pra ver o que ficou e o quanto já andei depois de certo ponto..

As vezes rola uma nostalgia... uma saudade que parece saudade de um sonho...

Certas coisas parecem não acontecer quando acontecem..

Acontece das coisas serem mais do que esperamos.. tanto boas quanto ruins..

Me surpreendo por vezes comigo mesma e minhas reações diversas diante dos fatos.. dos acontecimentos e não acontecimentos

e sempre descubro que estou preparada.. seja pro que for... posso chorar, me desesperar, mas no fundo estou pronta..

Me sinto indiscritivelmente bem... como pensei que nunca mais conseguiria estar/ ficar...

Retomei amizades, conheci pessoas que me são caras, reforcei outras relações importantes...

Tudo conforme o desenlace com o passado persistente e grudento ia se desprendendo da minha pessoa... do meu espírito.. do meu sentir..

A sensação de prisão que tinha se dissipou com a ajuda da minha reconstrução..

Meu coração ainda sentido pela perda inevitável de algumas coisas continua capengando e sorrindo...

pois como diz Alice no seriado que eu adoro: "O mundo só anda pra frente, e agente não avança sem deixar um monte de coisas pra trás."

e foi uma grande coisa deixada pra trás.. e vou dizer: não foi/ está sendo fácil não..

mas como já dizia Cazuzão: "o mundo não pára"

e Shakespeare:um dia a gente "Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte.

Aprende que o tempo não é algo que possa voltar para trás, portanto, plante seu jardim e decore sua alma ao invés de esperar que alguém lhe traga flores, e você aprende que realmente pode suportar... que realmente é forte e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais.
Descobre que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante da vida! Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o bem que poderíamos conquistar, se não fosse o medo de tentar."

Tinha esquecido tanto de mim mesma na relação meio doentia que foi de certa forma meu namoro..

Tanto que eu esqueci que não tenho esse medo todo das tentativas... Não sou tão covarde assim a ponto de não me arriscar sorrir e ser tachada de boba por todos...

Hoje: continuo.

E vc?



Escrito por Vany* às 07h55
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Escrito por Vany* às 21h06
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


 

E o que fazer com essa saudade?

Essa vontade de ouvir a voz de quem se ama?

De ficar abraçada... Coladinha.. Rosto no rosto..

Descansar de conchinha..

Assistir filmes.. caminhar.. rir... calar...

Saudades de um tempo que não volta...

De cenas incrivelmente lindas! Poéticas até.. Só quem ama pra entender..

Querer estar perto... mesmo sabendo da distância....

O ciúmes me morde o peito.. me consome a alma...

A tristeza dos dias sozinha...

A vista de casais pelas ruas... de amigos namorando...

Quero meu coração de volta... minha inspiração!

Falta uma parte do sonho... falta o meio do livro...

Falta o açúcar do doce..e o sal do salgado..

Ai que saudade.......................

não sei mais dizer... nem bem querer...

querer por perto não é sinônimo de querer bem...

mas dá pra confundir bem...



Escrito por Vany* às 22h30
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


 

A gota d'água

Fico quieta...

Pra não xingar

Não entendem pra variar

Se abro a boca xingam

Se me calo reclamam!

Que droga!

Pessoas não sabem conversar, não sabem escutar, não conhecem um tom de voz agradável de se escutar...

Pessoas são como animais..

Carnívoros devoram os mais fracos...

Ou se unem pra comer o mais forte..

Derrubam o que lhes interessa... sem nem ao menos saber..

Toscos rastejam no nojo de ser quem são!

Desgostosos da vida.. seguem por seguir.. sem agradecer... sem pedir... ATROPELAR!

Destróem a beleza das coisas sem pedir licença..

Sem educação, nem respeito pelos outros ou pelas coisas.. pelos sentimentos... por si mesmos...

Esquecem-se da lei da reversibilidade..

Esquecem-se que o outro também se irrita e julgam!

Esquecem-se de tudo só pelo gostinho de criar comparações inúteis que só pioram as coisas..

Explodem nas pessoas mais inativas no momento..

Criam um clima de névoa sem fim... que termina, é claro, um dia!

A cor da casa ficou muito escura... e verde-escuro cura mais

A voz de um amor.. a Fuga de um amor... a procura... a desistência...

A esperança... o Saco cheio..

Tudo pesa.. até o que não será apagado nunca pesa demais..

Ninguém entende pq não se entende mesmo.. nunca pensa pra dentro..pensa pra fora..

As coisas raras não acontecem mais....

São raras, mais que extintas..

São feridas, causas que ninguém irá saber, porque não querem dizer ou porque não lhe interessem mesmo...

 

Não me interessa.

eu sou a besta nessa história...

Férias conturbadas.. quero sair desta casa..

Caminhar é preciso, viver não é preciso... Respirar!!!!

Tem hora que não dá mais...



Escrito por Vany* às 11h48
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


 

na medida que amo certos homens... odeio outros profundamente!!!!

não se mancam de maneira alguma.. ¬¬'

odeio como se fazem de desentendidos e nos tiram do sério!

odeio como tem o dom de nos machucar e depois fingir que nada aconteceu

mas por outro lado.. admiro nossas forças para conseguir viver.... com toda essa raiva e desespero..

 

somos fortes o suficiente



Escrito por Vany* às 14h03
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


 

a repulsa que sinto pela falta de caráter das pessoas me dá ânsia de vômito
tudo revira em minha cabeça
quase que explode de tão cheia
as palavras se fazem sujas em minha garganta..
engasgadas que estão..
coisas que não devem ser ditas por mim
devem ser descobertas..
passo mal por saber de algumas verdades repudiantes...
incrível como as pessoas enganam a si mesmas, não?
o físico... as roupas, maquiagem, impecáveis
sua moral no entanto.. estão faz anos sem banho..
sem limpar as orelhas e sem dar a descarga..
as palavras pesam
pois tem de pesar.
pra aliviar essa minha.... esse meu nojo
pela falsidade descarada e tão próxima de mim..
ter de conviver com isso é quase que impossível pra mim..
esse mal estar há de passar..
este ano eu irei embora daqui...
respirar novos ares..
vou sair daquela porta agora..
respirar ar de fora..
quem sabe espairecer...
ai minha cabeça...
ai meu estômago..
ai minhas idéias..
essa poluição toda..
como podem essas pessoas?
me deixar assim..?
sou eu que penso diferente demais
ou eles que falam o que é certo e fazem tudo errado escondendo tudo.. da pior forma possível... e são "crianças"???

não são mais crianças esses seres irresponsáveis de suas próprias palavras.. não tem palavra!
não tem atitude que se orgulhe..
se tem.. é pro próprio orgulho..
inúteis! fúteis!
estou mais que cheia disso tudo..
estou entrando em parafuso..

vontade de por pra fora..

todo esse mal estar..

eu sei que cedo não vai passar..

se os erros fossem meus gestos certos como fazem por aí..

não estaria neste estado

gosto de ser o que sou

não suporto o que tenho que suportar...

ânsia...

só queria confiar...

tá difícil nesse mundo...



Escrito por Vany* às 16h21
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


 

se a imagem não diz tudo..

porque as pessoas insistem...??

o sentimento em mim confunde...

funde

o que em mim quer dissolver..

o que concentrado está.

muita coisa aconteceu..

não tem como apagar..

e demora pra conformação chegar.

que acabou.

o que então foi dificil de terminar..

um sentimento não se finda com palavras.

se finda com pinceladas de tempo...

de amores, cores novas, sorrisos novos

lágrimas debulhadas em abraços..

e cair feito criança no colo de alguém..

eu fui feliz por um tempo..

mas mesmo correndo o risco de não tê-lo novamente eu tentei

mas ele não voltou...

o tempo não pára nem volta..

não voltam as circunstâncias..

nem as oportunidades..

deixa é muita saudade

das palavras amigas

dos sorrisos sinceros e inocentes de certa forma, até meio tortos pra falar a verdade

das cartas

dos bilhetes

do aprendizado

do carinho intenso

e das promessas que nunca irei cumprir..

dos sonhos que ficaram pra trás..

da imaginação voando com asas beeem grandes

saudade das noites de conversa e admiração

dos lugares que conheci

dos olhares que provei

dos arrepios e fervura que senti

do desejo e prece que fiz

que recebi

quando corría pela rua de mãos dadas sorrindo sem medo..

sem medo de cair

sem medo de me mostrar

sem medo de me machucar..

demorei talvez tempo demais pra dizer..

teve sim

momentos em que o amei..

amei você..

em algum sorriso

em algum abraço

em algum gesto bonito

[foram tantos]

hoje te queria aqui perto..

somente encostar a cabeça em teu peito

chorar saudade..

dizer qualquer bobagem

curtir o silêncio e as lembranças.. como há tempos já fazia.

vai ser dificil achar alguém com teu charme

com seu jeito todo desconcertado de me desconcertar

seu jeito de me irritar e te deixar irritado

de sorrir suave

de sentir pesado e condensado

de não dizer nada a ninguém

de ser você e mais ninguém na minha vida

ninguém nunca tomará o teu lugar

com tua ausência me enrosco na noite de solidão

e lhe desejo uma boa noite

você não me permitiu dizer antes

mas... talvez você encontre aquele meu sorriso

no rosto de uma outra mulher...



Escrito por Vany* às 21h11
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


me olho no espelho..

difícil me encarar os olhos.

não sei definir a tal expressão

tão indefinida que se torna pra mim..

me assusta

me transtorna..

imagina pra quem vive comigo?

penso tantas coisas ao longo dos dias..

que minha mente funde tudo

numa só expressão..

tentando exprimir o que ninguém entenderia

e de fato, nem eu mesma entendo

se é de tristeza

se de indiferença

se de confusa estar

de solidão

de preocupação

de saudades...

de tudo

de nada

do vácuo que se faz no silêncio da noite

ou da manhãzinha..

não tenho o que pensar..

se penso

me nego

cada idéia..

me afasto de mim mesma ao me negar os impulsos

a reflexâo se faz amiga

e o lado misterioso toma-me no colo..

dando respostas que tiram lágrimas mas pesos também..

as respostas dentro de mim se tornam vez confusas..

 vez certezas profundas... mas controvérsas..

e o inverso também acontece..

e o cansaço vira prece..

numa noite fria e sozinha.. eu quase me desespero

por não saber o que fazer..

não importa o que dizem, sinceramente

importa o que eu acho que deva ser..

as lágrimas que escorrem de meus olhos que eu jurei não derramar mais..

são teimosas feito eu..

e tentar significa se arriscar..

eu arrisquei.. 



Escrito por Vany* às 23h23
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


Minha boca seca..

e é seco de falas caladas..

coisas que queria muito dizer

mas se o dissesse mataria alguém..

mas ao invés disso mato-me..

digo pra mim mesma as coisas que não gosto

as coisas que detesto

as coisas que desprezo..

ele sempre a me cortar..

ele a me criticar

ele a me abraçar.

a falar manso..

a tentar fazer piada..

brincadeiras que na verdade..

não eram pra me fazer sentir melhor

eram pra ele se sentir melhor

ao se enganar pensando que me ajudava..

eu só queria um ouvido e um colo..

não precisava de mais perguntas..

já bastam as minhas..

e meus olhos agora tristes..

já não posso mais confiar.

meu coração angustia!

minha boca caída de tristeza..

e de raiva.. meus lábios se contraem..

a dislexia.. de não entender a separação..

não sou pequena! ¬¬'

estou comigo

não estou mais com ele..

nem de um jeito nem de outro..

não concordo

só discordo

não me interessa mais..

ele nunca percebeu...

o tanto do meu esforço e sofrer...

só percebeu quando quis perceber

e isso já foi tarde..

eu já havia morrido pra ele

praquele amor tão sonhado e querido um dia..

um dia que ficou pra próxima..

vítima ou amada.. não sei..

sou cúmplice do amor que matamos

eu enfiei a faca no coração dele..

e torci o pulso para ter certeza que tinha morrido..

e até hoje sinto raiva.. de muita coisa

principalmente de mim mesma..

e dele mesmo..

por eu não conseguir dizer

por ele não conseguir ouvir

por não conseguirmos conversar..

as perguntas ainda estão perdidas

e minhas falas ainda engasgadas

elas me sufocam o dia inteiro..

e a noite e a tarde.. demoro a esquecer

que a culpa de eu estar assim

sou eu mesma.. e que se eu não lhe dizer..

vou continuar assim.

e se eu abrir a boca.. não serei delicada..

eu não quero mais chorar..

e nem mais ninguém machucar..

mas talvez não tenha outro jeito..

da bomba explodir..

é como se tivesse um livro entalado na minha garganta..

não consigo descrever a sensação que me incomoda..

não. não é sede..

não. não é gripe..

são palavras acumuladas..

interrompidas..

corrompidas por mim mesma ao deixar serem cortadas...

"vou beijar-te agora não me leve a mal.. hoje é carnaval"..

eu ia dizer isso a ele..

não prentedo ve-lo tão cedo..

já não o suporto..

ele pode estar se enganando..

duvido que ele me suporte ainda..

ainda mais estando esgotada com ele também..

não restou nada daquele amor..

nada mais me surpreendia..

pena.

a ultima coisa que me surpreendeu foi a ultima briga

ele tomou coragem pra se mostrar..

dizer o que realmente pensava..

sem disfarces..

agora posso dizer que o conheço um pouco..

agora sim

agora não

a tensão voltou..

se alguém conseguir sumir, me leva junto

e me traz de volta... pois

" a sorrir.. eu pretendo levar a vida.."



Escrito por Vany* às 10h29
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


 Começo a caminhar e sentir meu caminhar mais firme agora.

As lágrimas ainda correm, de noite, de dia, nas vespertinas...

O amor que não amei, o amor que sonhei mas não aconteceu..

As coisas que não deram certo, mas foi melhor assim.

O que passou não foi em vão...

E nunca será inútil o aprendizado de uma vida a dois..

Ficará na lembrança todas as lembranças de um amor sonhado

De tão bonito e puro mais sentia que acreditava! Talvez sentir é acreditar!

Dois dedos mais perto.. Minhas flores, doces e lindas..

As fotos, as viagens, saída com amigos, colegas..

As lágrimas de confessionário..

As madrugadas em claro, a insônia, a preocupação, as brigas, as pazes..

Amadureci e não podia ter sido do lado de alguém melhor!

Me fez companhia, me colocou pra dormir, me deu colo, sonhou e me deu sonhos!

Me levantou e me deixou me levantar, ajudá-lo a se melhorar!

Vi ele crescer e vejo a diferença! Valeu a pena viver ao seu lado..

Nhôr Deus vai ser bondoso de te dar alguém pra amar mais que a mim..

Ou não mais, mas diferente e intenso também!

Vai e voa! Sente! Vive intensamente! Livremente! Dentro de ti!

Dentro de mim ficarás guardado sempre, anjo meu!

Sempre tão bom pra mim.. Humano e, assim sendo, errante, amante meu!

O tempo vai curar tuas dores, querido meu!

Se quiser me afasto, mas a tristeza seria inegável em mim, te perder pra sempre assim..

Sua companhia indispensável...!

Um passeio a noite, degustar um bom vinho.. Andar de bicicleta sentindo o frescor noturno acariciando a face.

 Os pingos charmosos em nossos corpos, descobertos, outros esquentando nossos corpos em noites de inverso..

Beijos pra sarar qualquer dor, mas não sara a de amor! Perdão..

Não me perdoaria se te magoasse, meu tão bem querer!

Você é tão querido por mim! Que pra não te fazer sofrer não te ligaria se me pedisse, mesmo que meu coração ficasse pequinino

do tamanho de um amendoim japonês de tanta saudade de sua doce voz..

Nossa casa, o botãozinho, tantos sabonetes e nenhum detergente,

os bom dias nas manhãs em que você já me esperava chegar..

Me realizar vendo você jogar cores no papel, saindo de dentro de ti..

Cores sinceras e puramente suas!

Te colorir o rosto o peito!

Me abrir pra ti, chegar perto, te conhecer, me deixar conhecer..

A pipa que pendeu, os filmes que deixamos pra depois, o beijo, o abraço,

muita coisa ficou, era pra ser, não foi, não chegou a ser..

As tentativas não foram em vão... Pobre coração!

Me deixe em ti gravada, Coração!

Cora teu peito e segue em frente!

Faz como sempre fez: vai te embora e não olha pra trás..

Não corre e me abraça como eu sempre quis e nunca disse olhando tuas costas irem longe...

Assim talvez doa menos, cicatriza mais rápido..

 Meu coração aperta, triste em pensar que eu precise me distanciar..

Pra te ajudar a não sofrer mais..

Perdoa a tristeza e o sofrer.

Quando me trazia de madrugada pra casa...

Quando brincava com tua mão trançada na minha..

Sinto saudades sim!

Mas meu coração precisa te falar muitas coisas amanhã..

Quem sabe me cicatrizar, ou me abrir mais onde dói em mim, pra não te ferir..

Sofrer de quem ama é pior que de quem não ama mas zela e cuida!?

Não deixarei a peteca cair, nem o tempo parar!

Segue caminhada assim sem fim

Que um dia o fim há de chegar com pétalas de amores e sabores

deliciosos de uma vida bem vivida!

Feliz serei!

Torço por você!

Te deixo livre pra também o ser!



Escrito por Vany* às 14h15
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


A noite se faz fria como a solidão..

A falta que faz de um amor parece um sonho que ainda não terminou.

E essa idéia de sonho persegue..

As horas passam, mas passam lentamente,

as lágrimas correm antes do adormecer,

incham meus olhos de manhãzinha ao despertar,

ao abrir os olhos raramente consigo adormecer novamente..

o peito aperta o sentimento que não deixei ir embora.

A vela que acendi não aquece minha noite,

mas me vela o sono e acompanha no choro e no riso das lembranças..

me ilumina a escuridão do quarto..

nada nunca substituirá o que ele foi pra mim..

pediria pra me esquecer, Coração!

mas não o quero. não é isso que eu quero..

ainda não me conformei com a idéia de não envelhecer ao teu lado..

a vírgula da nossa história pode se tranformar em muita história pra contar ainda..

nem à luz dos dias, nem ao escuro da noite eu vou te esquecer..

nenhuma boca substituirá a sua,

nenhum coração, o nosso amor!



Escrito por Vany* às 20h05
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


 

ai ai ai..

ainda quero assistir esse filme!

me inspirar novamente..

com qualquer coisa ou qualquer um...

eu direi o que tiver que dizer.. e doa a quem doer..

eu sinto muito..

mas coisas mal resolvidas eu não vou carregar por mais tempo..

elas me sufocam e mal posso sorrir em paz..

o amor que não deu certo..

a lágrima da qual desperto

toda santa manhã..

e o dia renasce e eu sou a mesma tristeza..

quero ser alegria! essa vida de triste não é pra mim!

aliás! não é pra ninguém!

espero que tudo se esclareça como o sol acima de nós..

não tão quente.. nem tão seco...

que seja forte como a Terra.. que ainda nos dá o sustento..

que em teu peito amor...

renasça muitas flores..

jasmim, tulipas, girassóis...

minha garganta seca..

já não suporta calar..

quando você voltar conversaremos e decidiremos a vírgula da história do nosso amor..

 

saudades sinto sempre..



Escrito por Vany=-*** às 12h27
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


 

dançar

embalar..

sentir ser o vento..

se movimentar..

limpar o pensamento..

se libertar...

viver o sentimento..

 

 

 

 

O coração se faz apertado devido à distância precavida, devido à distância quase esquecida de se tomar devidamente.. O peito aperta de saudade... dos beijos que então eram sempre, eram fáceis, eram beijos e nada mais.. Eram toques, eram quase nada.. Agora o mesmo se torna a falta, do qual se tem saudade, do qual nunca se esquece: o gosto, o toque, o gesto, o sentimento..

O coração agora aperta pois sinto falta do seu coração poder ouvir... deitada em seu peito, descansar.. Mas agora é hora de agir e se deixar sentir, se libertar do que então me fazia presa, eu mesma me prendia na nossa prisão domiciliar... quase que confortável, se não fosse o detalhe que incomodava a presença frequente e a ausência exagerada.. As reclamações inoportunas e sem sentido de ser..

hum.. Te abraçar.. sentir você entre meus braços... não ousar fazer mais que isso.. um beijo doce no seu rosto.. os olhos fechados.. sentindo cada movimento, cheiro, vento, momento. Sentar ao teu lado, te curtir de verdade... Te valorizar.. cada momento, o que devidamente você merece. Merecemos mais que aquilo que estávamos "vivendo"... Merecemos ter uma linda história de amor, com mais carinho e menos reclamação, com mais atenção e cuidado, com menos ausência e a presença não necessária..

 



Escrito por Vany=-*** às 19h11
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


saudades de alguém fundamental e ausente...

criança diz assim
bem baixinho,
rouco de chorar...
contando segredo
como quem acredita
que chorar pode ser
sinônimo de fraqueza..

"Papai! cadê você?!"

.....................

"sua mensagem está sendo encaminhada para a caixa de mensagem e estará sujeita a cobrança após o sinal..."

 

 

 

saudades de alguém insubstituível..

as lágrimas secam... dentro do coração já enxarcado de lágrimas

escorrem pro lado de fora do recipiente...

fazendo mostrar-se o conteúdo da dor



Escrito por Vany=-*** às 18h51
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


e o consolo vem com o que se diz fraco.
e a fraqueza se faz forte diante do que não se vê.
se sente mais este instante do que um dia inteiro..
e se faz metade o que se tinha no meio
do peito. escandaloso sentimento,
que sura em gritos escaldantes..
queimando como lava incandescente.
a dor de saudade e de quem corre atrás...
a espera é dolorosa...
o espinho se encontra na rosa.



Escrito por Vany=-*** às 18h42
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 
Meu perfil





BRASIL, Mulher



Meu humor



Histórico


Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 *meu flog..
 teoria das cores
 meu fotoblog
 poemas
 poemas famosos
 mario quintana
 vinicius de moraes
 charges
 charges españolas
 myspace de alguem
 myspace
 portfolio
 pesquisa
 mundo dos filosofos
 itinerario
 textos fodas
 quiralis - pauléti
 fotos fodas
 produto_vinicius
 imagem de um pirata
 frases
 fome
 eca
 alberto caeiro
 fernando pessoa
 amazona
 textos hunf
 ora pois
 los hermanos
 eu e mim mesma
 lua vazia
 casa dos (a)casos
 conversando com estranhos
 idiossincrasias
 delirios de momento
 menina-cabeça-de-liquidificador
 maternidade do texto
 vila aconchego
 La Bohème
 cifras
 alma do meu sonho
 prazer de pensar
 gira mundo, gira eu, girassol
 toca
 tudo ou nada
 mentiras históricas
 fluindo idéias
 kamasutra